Notas do Conselheiro

Nota do conselheiro Herval

Em qualquer situação da vida, o primeiro passo é sempre o mais difícil. No entretanto, assim que o fazemos, mesmo sem equilíbrio, caminhamos.

Confesso que não esperava tamanha reação para o post intitulado “Suspensão do pagamento das parcelas devidas com o Novo PED….”, mas não me surpreendi com algumas posturas. Ao contrário do que alguns esperam, eu não pretendo atacar ninguém, nem tampouco pretendo nos dividir em grupos, porque isso já acontece há muitos anos. Eu estou ao lado dos sensatos e quem se sentir atacado com essa expressão, preventivamente, antecipo que não aponto o meu dedo indicador a ninguém, visto que eu sei que ao fazê-lo, outros quatro dedos da minha mão se voltarão contra mim. 

Indo direto ao ponto, a nota não aborda questões pretéritas que nos trouxeram à atual situação, tal como a Repactuação do plano PPSP. Isso já ocorreu, inclusive a cisão dos planos, em abril de 2018. Outro ponto importante é que no conselho deliberativo nós não temos “lados” e sim diretrizes. Eu não tenho, nem coleciono inimigos, talvez adversários; o meu papel de conselheiro não é esse. Eu represento e atuo em defesa de todos os participantes dos Planos Petros, mesmo que alguns não se sintam representados por mim ou sequer tenham votado para me eleger. Não tenho apego a cargos, funções, bens materiais, mas nem por isso condeno quem pensa diferente de mim. Não sou uma ilha de pensamentos, nem sofro de daltonismo. Respeito a todos e sou responsável pelos meus atos. Para mim, é importante destacar isso. Meu alinhamento é circunstancial, como o foi no momento em que produzirmos o texto exposto na referida nota dos conselheiros. Discordo total ou pontualmente de ações pretéritas das entidades sindicais e não me furto a expressar minhas convicções frontalmente a eles. Não ataco a ninguém pelas costas. Esse é o meu procedimento e quanto a isso eu falo por mim. 

Em vésperas de completar 61 anos de vida, não pretendo mudar meus valores morais e éticos, dentre eles a minha Honestidade ou Lealdade de propósitos. Não sei ser leviano, porque não julgo caráter de ninguém. Isso não é um ataque e sim uma defesa da minha honra. Não pretendo responder quem julga as minhas ações por sua régua de valores. Como disse antes, eu só conheço a minha régua. 

A atual composição do conselho, na sua maioria, é composta por novatos. Tanto aqueles indicados pela Petrobras, quanto em relação aos eleitos. Apenas o Ronaldo Tedesco possui um amplo conhecimento da Petros. Eu, José Roberto e André, temos pouco mais de seis meses de experiência, enquanto que o Norton acumula vivências da suplência do mandato, iniciado em 2015. Antes, também, que alguém saia “levantando armas”, essa explicação não é uma desculpa; até porque não tenho porque pedir desculpas de nada. A minha experiência profissional não foi interrompida desde setembro de 1979, ano que ingressei na Petrobras. Continuo trabalhando, aprendendo e me atualizando, mesmo aposentado, desde 2017, do sistema. 

Finalizando, o meu olhar nunca foi para o retrovisor da vida. Fui eleito por aqueles que acreditaram e acreditam em mim, dentre eles o meu maior eleitor: eu mesmo.

Esse blog foi criado em fevereiro de 2020 e está cumprindo com o papel que eu esperava. Ele é um canal de comunicação aberto onde todos podem emitir suas opiniões. A única regra que eu estabeleço é a do respeito que todos trazem do berço de suas famílias e TODOS estão cumprindo com essa regra. Não exigi elogios, nem vou reprimir críticas. Também não recebo ordens de ninguém. Sinto que muitos tinham seus gritos sufocados na garganta e esse espaço funciona como um vale para reverberar o eco de suas vozes. Leio tudo, mas me dou ao direito de não me sufocar com a bílis de alguns poucos. 

Agradeço, sinceramente, àqueles que nos indicam caminhos e prometo que vamos avaliá-los. Não tenho a pretensão de ser uma unanimidade. Alguém, antes de mim, já disse que toda unanimidade é burra. Ainda bem. 

10 comentários

  1. A meu ver a PETROS tem de ser administrada como uma empresa e consequentemente o objetivo tem de ser, imperiosamente, obter resultados positivos. Para a partir destes resultados, dar provimento aos mantenedores.
    Querer que, para atender situações específicas individuais ou quiçá interesses estranhos, a PETROS adote medidas ineficazes para resolver a situação atual e que reduzam a probabilidade de resultados positivos, é agir sem qualquer visão de futuro.
    Os principais problemas foram equacionados, implementados ou em fase de implementação. Governança, transparência, responsabilização e outras diretrizes imprescindíveis para a longevidade da instituição e consequentemente de seus diversos planos.
    Como parte de solução de um dos problemas, foi feito um acordo, dentro das possibilidades existentes, amplamente discutido e aprovado por diversas entidades de representação.
    Querer romper este acordo individualmente, já é péssima atitude. É direito de quem julgar te-lo.
    Mas, fazer alarde como que buscando apoio para tal, é repugnante.
    Na minha opinião os conselheiros estão atendendo totalmente a expectativa.
    Em tempo, é de conhecimento público os processos em andamento na justiça e também que a PETROS atua como assistente de acusação. Acrescentando que todo e qualquer ressarcimento será revertido aos mantenedores.

    Curtido por 1 pessoa

  2. Boa noite, conselheiro. Belas palavras pra quem não disse nada para nós participantes. Com todo o respeito que o senhor deve merecer, essa sua mensagem deveria ser uma prestação de contas dos compromissos assumidos em campanha em relação a realização de auditorias nas contas e gestões da petros; divulgação dos cálculos que levaram aos PEDs cobrados e principalmente, ações da PETROS para cobrança das dividas da Petrobrás com a PETROS. Até este momento não vemos qualquer linha de palavras sobre aquelas promessas de campanha, ao contrário, a partir da proposta do NPP, o que vemos é um conselho cabisbaixo com os ataques da PETROS aos seus mantenedores beneficiários, mostrando todo o desrespeito dessa entidade com as pessoas que pagam e esperam o retorno justo contratado. O senhor e os demais novos conselheiros, ainda estão iniciando um mandato e tenho certeza que podem corrigir os rumos a seguir, contemplando as expectativas da maioria de nós, ao invés de serem contaminados pelos demais que trabalharam para levar a petros e seus participantes a essa situação crítica. Alguns desses antigos conselheiros vivem hoje, situações desconfortáveis pelas atitudes que tiveram ao longo do tempo. São caminhos e escolhas. Torço para que o senhor e seus pares façam as melhores escolhas pois elas serão as nossas também.

    Curtido por 2 pessoas

  3. Herval, José Roberto e Andre! Tudo estava caminhando bem, infelizmente apareceu uma grande pedra no caminho. Minha esperança é que não tropeçemos nela; mas sim nos desviemos ou pulamos. Para continuarmos seguindo nosso caminho.

    Curtido por 3 pessoas

    1. Irani,

      Grato pelo comentário. As pedras são previsíveis; deslealdade, não. Eu aceito críticas e não sou inflexível ao ponto de me sentir o dono da verdade. Em tempos de ativa, já tive até que dar voz de prisão a ladrão travestido de petroleiro. Não sou ingênuo ao ponto de achar que tudo são flores. Podem discordar de mim, mas jamais irão me colocar no mesmo lodaçal que alguns chafurdam.

      Curtido por 2 pessoas

  4. Meu prezado não se deixe levar por quem acha que à Petros é uma casa de caridade, Eu e vários outros MBs que não tivemos liminar para deixar de pagar o Ped integral ou metade, não podemos concordar com essa manifestação, o que vale para uns vale para todos, caso contrário o fundo vai fazer água e ir para o buraco.
    Estamos com você e os demais conselheiros que estão junto com o presidente, tentando reverter os descalabros que causaram à Petros.
    Att,
    Carlos Alberto

    Curtido por 3 pessoas

  5. Caro Herval, que você, José Roberto, Coy e Teresa continuem nesta luta de nos bem representar, vocês são merecedores de nossa total confiança.. Muitas injustiças acontecerão, mas que não esmoreçam porque o que vale é uma consciência tranquila.

    Curtido por 2 pessoas

Os comentários estão fechados.

%d blogueiros gostam disto: