Arquivos da Categoria: Notas Curtas

Um ano depois….

No dia 12 de fevereiro de 2020, às 21:03 h, nasceu o Blog RENOVA PETROS. Após um ano de sua existência, completados na última sexta-feira, sem muito alarde, nem comemorações, eis que resolvi compartilhar com os nossos leitores algumas de minhas reflexões e lições aprendidas.

Desde o período da campanha ao Conselho Deliberativo da Petros, que culminou com a nossa eleição em 16 de setembro de 2019, com 7.576 votos de um total de 36.620 votos ou 26,56% do universo de participantes aptos a votar, naquela ocasião, elegemos a TRANSPARÊNCIA dos nossos atos como sendo um dos pilares que dariam sustentação a nossa caminhada, ao longo de 4 (quatro) anos de mandato, iniciados em 26 de novembro daquele mesmo ano e com término previsto para 25 de novembro de 2023. Sem sombra de dúvidas, dificilmente conseguiríamos lugar êxito naquela eleição sem a estrutura colocada a nossa disposição pela AMBEP – Associação de Mantenedores-Beneficiários da Petros. Nós, mais uma vez, somos gratos a AMBEP e também a Entidades, tais como o GDPAPE, Astape-BA e aos diversos grupos de apoio, no Whatsapp, que se formaram pelos quatro cantos desse país. Em especial, quero destacar o primeiro a acreditar em nós: o NOSSA PETROS!

O blog foi criado para ser uma ponte entre os nossos participantes, verdadeiros donos da Petros, e nós, representantes assistidos dos Planos Petros, eleitos democraticamente pela vontade da maioria daqueles 36.620 votos já citados. O termo “ponte” foi propositadamente usado por mim, porque, na minha visão, havia um enorme fosso de comunicação entre nós e a Petros. As estatísticas do site na data de hoje, 17 de fevereiro de 2021, quarta-feira, confirmam que estamos conseguindo envolver as pessoas nos assuntos relacionados à Petros, senão vejamos:


Dados obtidos em 17/02/2021

Os números falam por si, mas, além dos números, a nossa missão é, sem dúvida, dar voz, vez e esperança de um futuro melhor a todos aqueles que, voluntária ou compulsoriamente, aderiram aos Planos administrados pela Petros, quando ingressaram na Petrobras e demais patrocinadoras e instituidores.

Por tudo isso, estamos juntos. Como diz a minha amiga conselheira Tereza Soares, “Vamos que Vamos”!

Sest e Previc aprovam plano de equacionamento

Em comunicado feito na data de hoje, 05/05/2020, no site da PETROS, tivemos ciência da aprovação do NPP pela SEST e PREVIC, no Diário Oficial da União.

Como a aprovação ocorreu neste mês, a primeira cobrança seguindo as novas alíquotas será feita no contracheque de JUNHO (25/6).

Sobre a segunda parcela do 13º. de aposentados e pensionistas, que será paga em 25 de maio de 2020, segunda-feira, daqui a 20 dias, valerá a regra do PED de 2015. NÃO HAVERÁ, ainda, a contribuição extra de 30%, que será aplicada a partir do ano que vem, em 2021.

Vide link da notícia postada, hoje, às 10:11 h.

Explicando o déficit em 2019

Recentemente, em 16/04/2020, o colega Júlio Hedilberto Ludwig Júnior, a quem solicito a devida vênia para reproduzir seu comentário, expressou dúvidas a respeito dos déficits imputados aos Planos PPSP Repactuados e Não Repactuados:

“Ao analisar o Boletim de Resultados de DEZ 2019, foi obtido um DEFICIT de – R$ 2,309 Bi no plano PPSP R. Neste DEFICIT foi considerado o DEFICIT de 2018 no valor de -R$ 5,567 Bi. Considerando que o DEFICIT de 2018 será equacionado pelo novo Plano NPP, o resultado de 2019 passaria para um SUPERAVIT de + R$ 3,258 Bi. Ao efetuar semelhante análise no plano PPSP NR, o DEFICIT obtido em 2019 de – R$ 1,093 Bi passaria para um SUPERAVIT de + R$ 1,746 Bi, pois não seria incorporado o deficit de 2018 no valor de – R$ 2,839 Bi. Pergunto a PETROS se este raciocínio está correto, pois o DEFICIT de 2018 deverá ser equacionado no novo Plano NPP a ser implantado em MAIO 2020.”

Em síntese, como explicado pelo conselheiro José Roberto, nas Demonstrações Contábeis de 2018, os déficits de ambos os planos, após apuração dos resultados, são contabilizados nas Demonstrações Contábeis de 2019. A Meta Atuarial de 2020, que vem a ser os juros (+) IPCA buscado pela Petros para manter o equilíbrio técnico necessário entre o ativo e o passivo do montante de cada plano, através do Plano de Investimentos aprovado pelo Conselho Deliberativo, foi reduzida de 5,27% para 4,43% no PPSP-R e para 4,37% no PPSP-NR. Transcorridos 5 meses ou quase metade do ano de 2020, percebe-se que a redução da Meta Atuarial revelou-se numa medida acertada, haja vista as perdas causadas aos planos provocadas pela pandemia do COVID-19, que pode dificultar o alcance das metas. Quando se decidiu reduzir as metas, em contrapartida houve a necessidade de aumentar as Provisões Matemáticas para honrar os compromissos futuros do planos, ou seja, evitar novos equacionamentos. Conforme pode ser visto no quadro preparado por nós, a Petros teve que prover R$ 6,1 bilhões no PPSP-R e R$ 1,4 bilhões no PPSP-NR. Foram mais de R$ 7,5 bilhões para que não tivéssemos que buscar uma meta atuarial elevada. É aquela velha história do cobertor curto: ou cobre-se os pés ou a cabeça. A vida é feita de escolhas e escolhemos aumentar a probabilidade de atingir ou superar a Meta Atuarial ao invés de zerar o déficit técnico, sem necessidade de pagar essa conta antecipada, haja vista o valor desse déficit estar abaixo do limite exigido pela PREVIC para equacionamento. Em face da possibilidade de eventos futuros e incertos, como acabou acontecendo ao país, com o advento dessa pandemia, restou acertada a decisão de injetar grande parte dos R$ 10,7 bilhões de resultado líquido auferidos nos investimentos feitos nos planos PPSP-R e PPSP-NR, no ano de 2019, em Provisões Matemáticas que possam garantir o pagamento dos nossos benefícios concedidos e a conceder, futuramente. Reiteramos que os déficits gerados na ordem de R$ 2,3 bilhões no PPSP-R e R$ 1,1 Bilhões no PPSP-NR não ensejaram um novo equacionamento; o que seria um desastre. Vide quadro abaixo.

Páscoa é sinônimo de renascimento, de renovação

O nome Páscoa é de origem hebraica, da palavra Pessach que significa “passagem”, e leva esse nome pois antes de ser a festa da ressureição, marcava o final do inverno e a chegada da primavera.

Para os cristãos, a Páscoa simboliza a ressurreição de Cristo decorridos três dias após a sua morte na cruz e por isso é considerada um fundamento da fé cristã.

A Páscoa é como uma esperança viva dada por Deus ao homens e essa esperança está sempre envolvida por muitos símbolos e estão entre eles:

  • Cruz: simboliza a vitória de Jesus sobre a morte.
  • Pão e vinho: representa a vida eterna de Jesus. (em sua última ceia, Jesus ofereceu pão e vinho aos discípulos enfatizando que o pão era o seu corpo e o vinho era o seu sangue).
  • Cordeiro: simboliza Jesus Cristo por ter se sacrificado em prol do seu rebanho.
  • Óleos santos: simboliza o Espírito Santo e são representados pelos óleos sacramentais utilizados no batismo, crisma e em unções de enfermos abençoados por bispos e sacerdotes durante a Missa do Crisma que ocorre na Quinta-feira Santa.
  • Água: utilizada no Sábado Santo, simboliza a pureza e a renovação de Cristo.
  • Coelhos: símbolo da fertilidade. Está associado a capacidade que a Igreja tem de produzir novos discípulos e espalhar a mensagem de Cristo.
  • Ovos de Páscoa: simbolizam o nascimento para uma nova vida já que os cristãos do Oriente foram os primeiros a dar ovos coloridos na Páscoa com essa intenção.

Nós, conselheiros eleitos, José Roberto Kaschel Vieira e Herval Candido de Souza Filho, queremos desejar a todas as famílias dos participantes do Planos Petros uma abençoada Páscoa de renovação de ESPERANÇA E FÉ em dias melhores, num breve futuro, e que possamos praticar a bondade e o amor que existe dentro de cada um de nós.

Hoje, estamos completando dois meses de nascimento do blog e para nós, essa feliz coincidência com o Domingo de Páscoa, é o momento certo para refletirmos a respeito da missão que nos foi confiada. O nome Renova Petros faz parte desse nosso propósito de ressurgimento de uma nova era na Petros.

FELIZ PÁSCOA A TOD@S!

Boletim de resultados dos Planos Petros – R e NR

Situação em dezembro de 2019

REPACTUADOS

PLANO PETROS – REPACTUADOS
O PPSP-R encerrou o mês de dezembro com 44.341 participantes, dos quais 8.906 ativos e 35.435 assistidos (aposentados e pensionistas). No mês, houve ao todo 160 novas concessões

NÃO REPACTUADOS

PLANO PETROS – NÃO REPACTUADOS
O PPSP-NR encerrou dezembro com 12.045 participantes, dos quais 1.309 ativos e 10.736 assistidos (aposentados e pensionistas). No mês, houve ao todo 30 concessões para participantes não repactuados

PPSP – R44.34178,6%
PPSP – NR12.04521,4%
TOTAL56.386100,0%
ANTES DA SEPARAÇÃO DOS PRÉ-70
ASSISTIDOSATIVOS
PPSP – R79,9%20,1%
PPSP – NR89,1%10,9%
ANTES DA SEPARAÇÃO DOS PRÉ-70

Fonte: Site da Petros. <http:www.petros.com.br>

CNPC aprofunda debates…

O Conselho Nacional de Previdência Complementar (CNPC) realizou reunião na manhã desta quinta-feira, 9 de abril, por videoconferência para debater as medidas emergenciais para enfrentar a pandemia de COVID-19. A reuniu de hoje serviu para aprofundar as discussões em torno aos principais itens que serão flexibilizados na legislação do setor, mas não chegou a aprovar as medidas. O encontro do Conselho terá continuação na próximo dia 14 de abril.

“Foram debatidos medidas relacionadas à suspensão temporária das contribuições normais exclusivamente para os planos de Contribuição Definida e Contribuição Variável, deixando de fora as contribuições extraordinárias e aquelas dos planos de Benefício Definido”, informou o Diretor Presidente da Abrapp, Luís Ricardo Martins.

Também esteve em discussão a possibilidade de resgate de 50% das contribuições extraordinárias aos planos e até 10% das reservas dos participantes que sofrerem redução salarial durante o período da pandemia. O CNPC analisou ainda a proposta de nova prorrogação de prazos para envio de informações para a Previc.

“São todos temas que exigem uma análise técnica mais complexa e aprofundada. O importante é que estamos avançando nos debates com um bom nível de diálogo com os integrantes do Conselho”, comentou Luís Ricardo. Ele explicou ainda que o CNPC deve aprovar a constituição de um Grupo de Trabalho para continuar com a análise de medidas excepcionais para enfrentar a crise, incluindo temas como as regras para cálculo e equacionamento de déficits, solvência e liquidez dos ativos.

Comunicado CNPC – A constituição do Grupo de Trabalho já estava previsto pelo comunicado enviado pelo Conselho durante esta semana. Além da formação do GT, o comunicado passou quatro orientações principais, que foram as seguintes: comunicação ampla, clara e direta com participantes, assistidos e patrocinadores; revisão e adequação da política de investimentos; renegociação e concessão de empréstimos a participantes; e uso de plataformas eletrônicas e documentos digitais para deliberações dos órgãos de governança das entidades.

A continuação da reunião do CNPC ficou marcada para a terça-feira, 14/04 às 10h.

Fonte: Abrapp – Alexandre Sammogini

Melhorias no Renova Petros!

Criamos um MENU SUPERIOR e um MENU PRINCIPAL para melhorar a visualização do blog.

Agora, no MENU SUPERIOR temos a Home, que é a página inicial, com as 3 (três) últimas publicações, as Publicações, que são separadas por categorias, a Linha do Tempo do PPSP, os Sites Interessantes e Sobre Nós com um currículo resumido dos Conselheiros Deliberativos eleitos, em 2019, José Roberto e Herval.


A novidade você poder ver na imagem logo abaixo!

NOVO LAYOUT

Caros leitores, desejamos que tenham todos um bom domingo. Seremos breve nesse comunicado. Tivemos problemas de instabilidade no blog e resolvemos mudar. A “cara” do blog mudou, mas o conteúdo, para todos nós, será sempre o mais importante. Queremos levar informação com responsabilidade e de interesse a todos os participantes dos Planos Petros. Esse é o nosso principal objetivo.

Espero que gostem da nova roupagem.

Amanhã, 30 dias.

No dia 12 de fevereiro de 2020, lançamos o blog RENOVA PETROS. Sem a pretensão de ser perfeito, buscamos ser útil. Queremos preencher espaços, informar com fidedignidade e falar sempre a verdade com responsabilidade e transparência.

Também achamos que é importante dar voz, sem censura. Não foi preciso criar uma política de comportamento ético, nem de atitudes. Nosso público é responsável. Somos uma família. Por isso mesmo concordamos, discordamos, questionamos, reclamamos, mas nunca desistimos!

Somos conselheiros, por tempo determinado. Para sempre, seremos “petroleiros”. Estamos juntos nessa luta pelo resgate da nossa Petros. Tomaremos muitos cuidados para não errar com as nossas ações, mas não nos omitiremos nunca em cumprir com a nossa missão.

Nossa gratidão a todos pela confiança em nós.

José Roberto e Herval

« Entradas mais Antigas