Accountability, Assets, Blue Chip e etc…

Accountability: Conjunto de regras que estabelece a prestação de contas e responsabilidade pelos resultados, por parte dos administradores de uma empresa. Item normalmente exigido pelo Conselho de Administração e que deve compor os instrumentos de governança da empresa.

Ad valorem: Tributação que incide sobre o preço da mercadoria.

ADR (American Depositary Receipt): Os ADRs são recibos emitidos por um banco depositário norte-americano e que representam ações de um emissor estrangeiro que se encontram depositadas e sob custódia deste banco. Os ADRs são cotados em dólares norte-americanos e trazem grandes vantagens ao emissor estrangeiro, já que facilitam o acesso ao mercado daquele país. Existem três níveis distintos de ADRs: ADR nível 1, nível 2 e nível 3.

After Market: Termo do inglês que signifi ca “após o mercado [fechar]” e que designa o pregão eletrônico noturno, que ocorre depois do fechamento do pregão regular todos os dias na Bovespa. Somente podem ser negociadas nesse mercado as operações no mercado à vista.

Assets: Ativo.

Asset allocation: Significa alocação de recursos. Muito usada com referência a escolha dos ativos financeiros (ex. ações, dólar, títulos de renda fixa, etc) que são usados na composição de uma carteira de investimentos. Em geral, quando se aplica em um fundo de investimento recomenda-se que o investidor analise com cuidado o prospecto para que saiba a forma com que o gestor está alocando os ativos do fundo, ou seja, para entender o asset allocation deste mesmo fundo.

Asset management: Significa “administração de ativos”. No jargão financeiro mais próximo da realidade dos fundos de pensão refere-se normalmente à administração de carteiras de investimento.

Asset-backed-secutiry: Significa “título lastreado em ativos”. Certificado com lastro em contratos de crédito e empréstimos; também conhecido como recebível.

Back office: Significa “retaguarda operacional”. Área de fundos de pensão, fundos de investimento e demais instituições financeiras que apóia e controla as operações realizadas na ponta negociadora.

Basis Point: Significa “ponto-base”. Um ponto base é igual a 0,01%; 1% equivale a 100 pontos-base.

BDR – Brazilian Depositary Receipt: Sigla em inglês que denomina o Certificado de Depósito de Valores Mobiliários de natureza semelhante aos ADRs, com a diferença de que este certificado representa valores emitidos por companhia com sede no exterior e é emitido por banco depositário no Brasil. Fica a cargo da instituição custodiante manter, no país de origem dos valores mobiliários, o certificado de custódia dos BDRs. Vale ressaltar que para prestar tais serviços a instituição precisa de autorização da CVM – Comissão de Valores Mobiliários.

Benchmark: Significa “termo de referência”. Indicador usado para medir o desempenho comparativo de um ativo em um certo período de tempo.

Black: Significa “negro”. Mercado clandestino de moeda estrangeira no Brasil.

Block Trade: Significa “negociação em bloco”. Compra ou venda envolvendo de uma só vez grande volume de ações em uma bolsa de valores.

Blue Chip: Termo pelo qual são designadas as ações mais negociadas numa bolsa de valores.

Bond: Significa “bônus”. Similares às notas promissórias, os bônus são obrigações de renda fixa que são emitidas por empresas, bancos ou governos. Um bônus é um certificado de dívida no qual o emissor se compromete a pagar um montante específico de juros em intervalos pré-determinados, durante um período de tempo, além de pagar, também, o montante da emissão, ou seja, o principal da dívida, na data de vencimento.

Bookbuilding: Evento de consulta prévia para definição de remuneração de títulos ou valores mobiliários que estejam sendo estruturados e que em breve serão lançados no mercado. Baseia-se na quantidade que investidores têm disposição para adquirir, em diferentes faixas de remuneração.

Book value: Termo do inglês que significa “valor nos livros”. Trata-se do valor contábil das ações de uma empresa.

Boom: Fase no mercado de ações em que o volume de transações ultrapassa, acentuadamente, os níveis médios em determinado período, com expressivo aumento das cotações.

Break-even point: Significa “ponto de equilíbrio”. Ponto no qual ocorre uma igualdade entre despesas e receitas de uma empresa ou de uma operação específica.

Broker: Significa “corretor”. Agente que faz a intermediação entre comprador e vendedor de ativos financeiros, transacionados em bolsas de valores.

O que é PGA?

Quando você faz uma contribuição para o seu plano, em média 4% são destinados ao custeio administrativo da Petros, ou seja, cobrem as despesas do dia a dia necessárias para o funcionamento da Fundação. Este percentual de sua contribuição é denominado taxa de carregamento.

O Plano de Gestão Administrativa (PGA) foi criado para gerir os valores arrecadados com essa taxa. São os contratos de prestação de serviços e despesas com compras de materiais pagos com os recursos do PGA que estão disponíveis no Portal da Transparência.

Fonte: http://www.petros.com.br – Revista Petros – #110

Ação ordinária ou preferencial?

Você sabe do que se trata?

As ações da Petrobras são negociadas na Bolsa de Valores de São Paulo com os códigos PETR3, ordinárias, e PETR4, preferenciais. Entretanto, você sabe o que significam as ações ordinárias e ações preferenciais? Não é nossa pretensão nos aprofundarmos no tema e não é esse o nosso objetivo, mas sim dar-lhes algumas informações.

Pois bem, as ações ordinárias (PETR3) são assim designadas porque conferem ao titular participação nos resultados da companhia e direito de voto em Assembléia Geral de Acionistas. A cada ação ordinária corresponde um voto.

Já as ações preferenciais (PETR4) são ações que garantem aos acionistas maior participação nos resultados da empresa, mas que não dão direito a voto. A preferência, no caso, diz respeito à distribuição dos resultados, ou seja, os acionistas preferenciais têm prioridade no recebimento de proventos e, em caso de dissolução da sociedade, no reembolso de capital em relação aos demais acionistas. Em geral, são as ações mais negociadas e, portanto, de maior liquidez. Uma das maiores vantagens de comprar ações preferenciais é obter a preferência no recebimento dos dividendos da empresa. Pela lei, os investidores que possuem ações preferenciais têm direito a receber dividendos no mínimo dez por cento maiores do que o valor por ação pago àqueles que possuem ações ordinárias.

Um excelente artigo pode ser encontrado aqui nesse link.

Dever fiduciário

Todo mundo fala que a Petros tem o dever fiduciário e a própria Petros deixa isso bem claro, como por exemplo, numa das notícias publicadas no site, em 06/05/2019: “Petros reconhece como legítimo que os participantes acionem a Justiça, na busca do que entendem ser seus direitos, mas, para cumprir sua obrigação legal e seu dever fiduciário, está recorrendo de todas as decisões contrárias ao plano do equacionamento”.

E você, participante, sabe o que isso significa?

O dever fiduciário nada mais é do que regras para assegurar que todo aquele que administra dinheiro de investidores atua para resguardar os interesses dos beneficiários.

Os deveres mais importantes são:

Lealdade: os agentes devem atuar com boa-fé para resguardar os interesses dos investidores, evitando conflitos de interesse e não atuando para satisfazer seus próprios interesses;
Prudência: os agentes fiduciários devem atuar com especial cuidado, perícia e diligência, realizando investimentos como faria “uma pessoa normalmente prudente”.

Se você quer saber mais, recomendamos esse excelente artigo.